O que acontece quando o seu trabalho não te define? 23 formas de começar uma conversa

GIF da série Modern Family, com os dizeres: “Haley, isso é a vida real e não um filme excelente”

Nesses anos em que Hollywood, a Globo e a internet te vendem a seguinte ideia: você tem que seguir seus sonhos, trabalhar fazendo o que ama e viajar. É imperativo gostar de viajar.

O que acontece quando essa ideia que te venderam é um sonho? Um luxo, até. Porque as contas continuam a vir, independente de você estar mudando o mundo, mergulhando em Fernando de Noronha ou só tentando pegar o busão.

Quando você é criado (como gado mesmo) para pensar que o seu trabalho, aquilo que paga suas contas, resume tudo aquilo que você é. Tudo que você é como ser humano. Neste Universo.

Bom, se você acha que esse tipo de pensamento reducionista é errado. Que você é sim muito mais do que aquelas 6, 8 horas de trabalho, então, bora começar o próximo papo com outra pergunta que não seja: “O que você faz?” ou o velho “Trabalha com o que?”.

Assim o date, o papo de festa, do ponto de ônibus (sou dessas) vai ficar mais interessante e complexo, mais com a cara da gente mesmo.

Esse texto foi baseado neste aqui. Editei e traduzi de 27 para 23, porque tem coisa ali que não faz muto sentido quando se traduz as perguntas e porque ficava redundante com as outras.

23 Alternativas para usar em uma conversa ao invés do “Trabalha com o que?”

Tiradas do livro “What to Talk about: On a Plane, at a Cocktail Party, in a Tiny Elevator with Your Boss’s Boss

Program Manager for Latin America @Meedan. Activist. Journalist. Used to build products with teams and now builds programs with communities.

Program Manager for Latin America @Meedan. Activist. Journalist. Used to build products with teams and now builds programs with communities.